Com menos de 30 reais ele começou uma empresa

20 de setembro de 2014 por Vanessa Brollo
Depois de ler na internet a reportagem sobre um rapaz que tinha começado uma empresa com 50 reais fiquei bem curiosa e decidi entrar em contato.  Afinal, uma história assim certamente poderia inspirar as pessoas que buscam um Plano B. Eu acertei! Johnnatan Leite, de 24 anos, mora em Macapá, Capital do Amapá e produz brownies, o Brownie do Joe, mas ele me corrigiu, começou a  empresa não com 50, mas com menos de 30 reais,para ser exata, 23 reais. Isso mesmo! Ele Partiu Plano B  inicialmente  para  ajudar a pagar a faculdade de arquitetura. “Minha mãe sempre custeou meus estudos, mas estávamos passando por dificuldades financeiras e não achava justo eu já ter capacidade de trabalho e continuar estático ”. Ele conta que  a inspiração veio depois de ver uma receita no Mais Você, da Rede Globo. Com 23 reais comprou ingredientes, fez os brownies  e levou para a faculdade. Os colegas de classe foram os primeiros clientes.  Ele percebeu que poderia ser um bom negócio  quando começou a receber elogios  e aproveitou também que o tradicional bolo americano não era muito comum em Macapá. Você que sonha em ser empreendedor já deve ter ouvido que precisa de um diferencial né?   Banner brigadeiros valendo Pois o diferencial no Brownie do Joe são os recheios  com sabores da Amazônia. “Eu sempre cozinhei, logo, tentei desenvolver recheios cremosos, que agradassem o paladar do maior número de pessoas possíveis. Meu ponto forte, como recheio de sabor da Amazônia,  é o de cupuaçu”. No total são 12 sabores incluindo maracujá e os mais tradicionais como brigadeiro e coco. As fotos são de dar água na boca. Pena que eu esteja tão longe do Amapá.

Brownie2 Em menos  de um ano, o Johnnatan aumentou a produção de 24 para até 300 doces por dia e hoje fornece os bolos para sete lojas em Macapá.  O  estudante e  empresário diz que a família ajuda demais . Mãe, irmã, cunhado e tias  trabalham com os brownies e  o espaço para produção, antigamente era a  cozinha da casa. Johnnatan segue firme nos estudos e sonha em se formar em arquitetura  e manter o negócio dos brownies. DSC_0017 (1) As redes sociais, no caso dele o Instagram, foram essenciais para ajudar na divulgação dos brownies.  Na verdade Johnnatan diz que é quase dependente da redes sociais.

As dicas do Johnatam

-Se você não gosta, não faça, principalmente se mexer com alimento. Acredito que o alimento absorve a energia de quem o produz -Todos uma hora fraquejam e pensam em desistir, mas persistir pra mim é sinônimo de empreender, portanto, desistir jamais -Ninguém cresce sozinho. Sou extremamente centralizador e detalhista, mas estou aprendendo  a ouvir mais e falar menos diariamente, e ser receptivo a ajuda e críticas mesmo que negativas.Isso, ao meu, ver faz com que o crescimento venha. www.facebook/browniedojoe  
COMENTÁRIOS
Adicione um comentário
Nome:
Email:
FRANCILENE COSTA
22 de setembro de 2014 Responder
É maravilhoso o brawnie!!! E o Joe sempre foi um menino predado...faz tudo com amor... É isso que faz a diferença.
VANESSA BROLLO
22 de setembro de 2014 Responder
Oi Francilene, com certeza é preciso gostar do que se faz.Parabéns ao Joe por esse espírito empreendedor. Beijos
DANIELLI LIMA
11 de dezembro de 2014 Responder
Show!
VANESSA BROLLO
11 de dezembro de 2014 Responder
Maravilhosa história, não é Dani? Um menino jovem assim com todo esse talento. Bonito de ver. Beijos e obrigada pela visita
Comentário: X
Nome:
Email: