Primeira aula de ponta no ballet aos 45 anos

07 de abril de 2015 por Vanessa Brollo
Ponta aos 45-Partiu Plano B Sempre conto aqui no blog histórias de sucesso do mundo dos empreendedores. Peço licença para contar uma história pessoal de superação.Vocês prestaram atenção no título né? Primeira aula de ponta, momento importante para qualquer menina, imagina para uma jovem senhora de 45 anos? Cheguei bem ansiosa para a aula.   balé 3 valendo mesmo As pequenas que estavam terminando uma aula olharam curiosas. Eu já fui explicando que  nunca tinha subido nas pontas. Claro que a curiosidade aumentou ainda mais. Quando pedi ajuda para colocar a sapatilha, uma delas imediatamente se prontificou e no fim elas estavam se divertindo com a novidade. As outras alunas da turma de ballet adulto foram chegando e lá fomos nós. bale 5 valendo MESMO Voltei para o ballet há 3 anos, depois de ter feito algumas aulas quando era criança. Não tenho o biotipo de bailarina e claro que fiquei com medo de me sentir meio ridícula, mas estava decidida a voltar a dançar.  Não, não sou frustrada por não ter me tornado bailarina, mas amo a dança, a música, a disciplina, a concentração. É a minha academia. E nesse retorno, tive  muita sorte de ter encontrado duas  pessoas muito especiais, que além de bailarinas talentosas são professoras dedicadas. A Bruna Campanhari  foi a primeira. Ela pegava  no pé literalmente para explicar como ele deveria  ficar, cuidava da postura, tinha o maior cuidado com o corpo daquelas mulheres adultas e meio enferrujadas, é verdade. Em poucos meses o corpo vai realmente mudando. Você se sente mais forte, faz as atividades do dia a dia com mais facilidade, emagrece muito, ou seja, tudo melhora.balé 4 valendo mesmo A outra professora que fez e faz  toda a diferença para que eu continue a dançar é a Lis Junqueira. Bailarina talentosa com uma história de sucesso no mundo da dança, faz da sala de aula um palco para compartilhar o seu conhecimento da técnica e as suas histórias de vida. Foi ela que disse  que eu poderia fazer a aula de ponta. Confesso que relutei, adiei ....Estava tratando a sapatilha como se fosse um objeto de porcelana. balé valendo mesmo A aula não foi fácil. A sensação é  de estar aprendendo a andar de bicicleta sem rodinhas, porque como vocês podem ver a professora te conduz  nos exercícios  que, por enquanto, parecem difíceis demais. balé 2 valendo mesmoFotos: Mayara Soboleski Os pés doem, ficam formigando, mas depois de um tempo é preciso tanta concentração para se equilibrar, que a dor passa.Depois que tira a sapatilha os dedos ficam meio "amassados" por um tempo. Mas...EU CONSEGUI!!!!!!!! O tema principal do meu blog é empreendedorismo, eu sei, mas muitos dos meus entrevistados falam da importância, de fazer o que se gosta, de não desistir, de acreditar nos sonhos.... Vocês conseguiram me inspirar e sou grata por isso.   Com certeza na sua cidade deve ter uma academia com turmas de ballet adulto.  

www.facebook.com/Escola de Dança Dhalika

     

 
COMENTÁRIOS
Adicione um comentário
Nome:
Email:
FERNANDA
07 de abril de 2015 Responder
Amiga, que orgulho!!! Você é um exemplo a ser seguido, com toda certeza! Nem consigo me imaginar fazendo isso, meus parabéns! Vá em frente (e não esqueça de me convidar quando for se apresentar, claaaaaaaro!!!)! Super beijo! Fernanda.
VANESSA BROLLO
08 de abril de 2015 Responder
Fer, muito obrigada pelas palavras de incentivo. Olha, nem eu me imaginava fazendo isso rsrsrsr. Quando tiver apresentação te aviso, com certeza. Beijos no seu coração
GIOVANNA
08 de abril de 2015 Responder
Eitaaa minha irmã sempre surpreendendo... sempre "princesinha" também kkkk Muito legal! Parabéns!!
JANIELE
08 de abril de 2015 Responder
Lindaa Vane, realmente uma inspiração pra gente. Eu quero fazer também :) Parabéns pela perseverança, postura e pela panturrilha, está um arraso.
VANESSA BROLLO
08 de abril de 2015 Responder
Princesinha é boa hein? A moda agora é a Cinderela. Estou me achando rsrsrsrs. Beijos
VANESSA BROLLO
08 de abril de 2015 Responder
Obrigada Jani querida. Vc começa quando? Vamos lá. Obrigada pelas palavras e pela visita no blog. Beijinhos
VANESSA BROLLO
14 de junho de 2015 Responder
Tais, a hora é agora menina, volte mesmo. Depois desse post continuo firme e vibro com cada conquista rsrsrs. Realmente foi uma superação para mim. Obrigada pela visita e me escreva de novo quando voltar a fazer aula. Beijos
CARMEN PINHEIRO
28 de março de 2016 Responder
Lindo exemplo!!! também voltei para o ballet aos 44 anos, e acima do peso, mas continuo e estou amando essse retorno, e agora na ponta! #comonaoamar
VANESSA BROLLO
28 de março de 2016 Responder
Bom demais né Carmen? Como é bom perceber que NADA é impossível né? Graças a esse post estou descobrindo que muitas mulheres na nossa idade voltaram para o ballet depois dos 40. E que legal que você já está na ponta também. Parabéns! Sucesso e muitas coreografias pra você. Beijos
ROSEANE BISPO DA SILVA RIBEIRO BISPO
04 de agosto de 2016 Responder
Maravilhosa! me incentivou tenho sua idade.
VANESSA BROLLO
04 de agosto de 2016 Responder
Roseaneee que bom que você se inspirou. Faça mesmo sua aula de ponta e brilhe. Não existe idade e sim vontade de dançar. Nós podemos muito rsrsrs Beijos
PATRICIA
19 de outubro de 2016 Responder
Parabéns! Também sou uma jovem senhora-mãe-esposa-profissional e aprendiz de bailarina... sonhando com as pontas! Deus te abençoe!
VANESSA BROLLO
19 de outubro de 2016 Responder
Patrícia que legal que você também faz ballet. Tenho certeza que em breve o seu sonho das pontas vai se tornar realidade. Esse ano já danço nas pontas. Pensa na minha felicidade???? Deus nos abençoe , sempre! Beijos e obrigada pela visita ao blog Vanessa Brollo
GISELE
07 de agosto de 2017 Responder
Parabéns!! Fique feliz por ter conseguido. Estou ansiosa tbém tenho 40 anos e estou começando com sapatilhas de pontas. Me diga qto tempo levou para conseguir??
VANESSA BROLLO
07 de agosto de 2017 Responder
Oi Gisele! Que legal! Olha nas primeiras aulas o medo foi grande rsrsrs. Mas com 3 meses de aula eu já estava mais segura. O importante é você não faltar as aulas para conseguir pegar segurança. Depois que se acostumar é só alegria e pernas mais duras, claro !!!! Beijos e boas aulas !!!
FABIOLA
13 de outubro de 2018 Responder
Vanessa vi o seu post com um espelho..tenho 45 anos e depois de uns 30 e poucos anos voltei para as aulas de ballet e ontem comprei a minha ponta num festival aqui da minha cidade...não vejo a hora..e sim, vejo que não existe idade para dançar ballet e começar qualquer coisa..tudo é possível desde que se tenha paixao
VANESSA BROLLO
15 de outubro de 2018 Responder
Fabiola que bom receber a sua mensagem. Fico muito, muito feliz !!! Vá em frente. Esse post escrevi há mais de 2 anos e continuo firme no ballet.Dançando na ponta, agora aos 48 anos rsrs. Nós podemos tudo!!! Boas aulas pra você !!! Beijoooss
Comentário: X
Nome:
Email: