Mercado Corona

Em tempos de coronavírus, o mercado que vai até os consumidores

Com a ameaça do coronavírus veio o isolamento social e a mudança de comportamento. As pessoas continuam indo ao mercado, mas uma startup curitibana está facilitando a vida de quem precisa de um item ou outro para abastecer a despensa. É como se o mercado fosse até o consumidor.

Em fevereiro desse ano, o market4u, um mercado inteligente dentro de condomínios, sem atendentes, baseado na confiança dos moradores, instalou sua primeira operação na capital do Paraná.

O plano de expansão, que já era ousado, ganhou força em tempos de isolamento social, por conta da pandemia do Coronavírus. Em menos de dois meses, já são mais de 10 condomínios com a operação em funcionamento, e mais de 25 contratos assinados para instalação nas próximas semanas e uma lista de espera de interessados.

A expectativa é que até o final do primeiro semestre, 60 prédios curitibanos com mais de 100 apartamentos contem com o market4u. A empresa pretende também chegar a São Paulo no segundo semestre, com previsão de mais 150 operações na capital paulista ainda neste ano.

“Desde o início estruturamos o modelo de negócio para ter escala, para atender centenas de condomínios. Somos uma espécie de marketplace que aproxima a indústria do consumidor final, colocando suas marcas a poucos passos dos moradores. Além disso, através de inteligência artificial, entendemos as preferências do usuário e oferecemos a ele promoções personalizadas, de acordo com o seu perfil, melhorando cada vez mais nosso mix de produtos”, explica o diretor comercial do market4u, Sandro Wuicik.
“O morador escolhe o que deseja comprar sozinho e paga por meio do nosso aplicativo, escaneando o código de barras pelo próprio celular. Desenvolvemos internamente e somos a única empresa no Paraná com essa tecnologia”, explica Sandro.

Dentro do app, o cliente cadastra o cartão de crédito, logo, não tem contato com nenhum maquinário ou dinheiro. O cadastro é inteligente e ativado via CPF, o que impede que menores de 18 anos consigam destravar as geladeiras e adegas com bebidas alcoólicas. Todo controle da operação, reposição, limpeza e controle de estoque é do market4u, isentando assim, o condomínio de qualquer responsabilidade.

“Sabemos que os condomínios não possuem espaços vazios ou destinados para isso, então personalizamos de acordo com a necessidade de cada local, em alguma área comum”, afirma Wuicik.

Nesse momento de epidemia, para ajudar o maior número de pessoas, o market4u não cobra custos para contratação, sendo necessário apenas a cessão de espaço.

www.market4u.com.br

Deixe um comentário