Ela tem mais de 2.500 alunas no curso online de Assistente Virtual

08 de outubro de 2019 por Vanessa Brollo
A Camile Just ainda nem sabia o que era a profissão de Assistente Virtual quando decidiu que não queria mais trabalhar como gerente de loja em shopping  center.  Depois de 5 anos nessa área estava cansada, estressada e sem muito tempo para a filha que estava entrando na adolescência. Ela saiu sem saber muito bem o que faria, quando descobriu o que era Assistente Virtual, um profissional que presta serviços administrativos, financeiros, comerciais e de secretariado para diversos clientes e sem limitação geográfica. Os primeiros clientes da Camile, que mora em Curitiba, eram de São Paulo. Como ela estava crescendo na profissão, muita gente começou a procurar a Camile para entender melhor sobre o trabalho. Ela teve a ideia então de dar mentoria, mas a procura foi tão grande que  decidiu escrever um e-book. Em pouco tempo percebeu que tinha material suficiente para criar um curso completo. E assim, desenvolveu o curso “Como ser assistente virtual”, que já tem mais de 2.500 alunas em todo o Brasil. Segundo a Camile, esse sucesso se explica pelas vantagens da atividade, afinal você consegue trabalhar em casa, usando as suas habilidades e pode organizar os seus horários para ter mais qualidade de vida. O curso é basicamente a trajetória que a própria Camile seguiu até conseguir começar a trabalhar. Ela explica que a primeira parte é voltada par ao autoconhecimento para que a pessoa identifique suas habilidades. A partir disso, a aluna descobre quem vai ser seu cliente e começa a modelar o negócio até chegar na parte da comunicação.
“A dica é entender a necessidade do seu público e conversar com as pessoas. O seu cliente pode ser seu vizinho, o amigo de um parente ou estar em outra cidade mesmo”.
A Camile ainda dá suporte para as alunas com encontros semanais online e eventualmente encontros presenciais pelo Brasil.
“Esses encontros  são importantes porque dão mais segurança para as alunas porque estamos falando de um momento importante na vida das pessoas que é o momento de mudança de carreira”.
Ela chama a atenção ainda que, além de poder ser feito de qualquer lugar , o curso não exige nenhum tipo de formação e sim a valorização das habilidades que você já tem. E uma informação importante! Segundo a idealizadora do curso, as empresas que contratam esse tipo de trabalho normalmente têm um aumento no faturamento. Dicas para entrar na área: -Defina a partir do que você gosta de fazer os serviços que quer prestar. Quais são seus interesses ou habilidades? -Escolha o tipo ou os tipos de clientes, não precisa ter um só perfil, atue com diversos nichos, escolha mais de um. -Definiu o tipo de cliente ? Então  vai atrás. Ele está no seu bairro, no lado da sua casa e amigo da sua prima. Se interessou em fazer o curso! Então clica AQUI para saber mais.
';