A ideia é enviar buquês de flores para compensar a falta de abraços durante a pandemia

A ideia é enviar buquês de flores para compensar a falta de abraços durante a pandemia

Se não tem abraço que tal enviar flores? Essa é a ideia da Lisiane Zanardine Nizer, que começou a empreender em plena pandemia. Ela sempre teve talento para trabalhos manuais. Quando era adolescente já fazia cartões de papel vegetal para vender na escola, depois trabalhou com massinha de biscuit. Durante quase 10 anos morou em … Leia mais…