O hobby de colecionar carrinhos se tornou um bom negócio

20 de junho de 2015 por Vanessa Brollo

O Gilberto Vanderlei Stelmach é bancário e há 17 anos começou a colecionar carrinhos, miniaturas de carros. Ele importava alguns modelos e constatou que se pedisse 3, 4 ou mesmo uma caixa, o valor do frete seria o mesmo. Assim, começou a pedir modelos a mais para trocar com outros colecionadores e aos poucos viu que poderia vender os modelos repetidos.  Primeiro as vendas aconteciam pelo Mercado Livre e Facebook e há 3 anos ele criou a loja virtual a Só Carrinhos, que tem o divertido slogan: “A sua concessionária de miniaturas”. carrinhos 4 valendo

Gilberto chega a vender 800 carrinhos pela internet por mês, que custam de 5 a 30 mil reais. E ele já vendeu um caminhão da Ferrari por R$ 6.500,00. Mas o mais vendido no site é o Impalla, que custa 75 reais. “São 3 ou 4 desses por semana”, diz o empresário. Outros modelos que saem bem são o Land Rover Evoque e, veja só, o caminhão de lixo. Muitos clientes pedem modelos que não estão no site. Neste caso, o Gilberto tem que correr atrás dos fornecedores que estão principalmente na China e nos Estados Unidos. O empresário comemora o fato de estar em um mercado que não tem crise.“O colecionador ou é uma pessoa que está estruturada financeiramente ou é quem começou trabalhar agora e não tem muito compromisso, ou seja , é um supérfulo que a pessoa pode se dar ou dar de presente”. Gilberto continua no banco, mas admite que o Plano B dele, além de dar um bom dinheiro, ainda o ajuda a ficar menos estressado, mesmo trabalhando pelo menos 4 horas em casa, depois do expediente normal. Quando ele não está é a esposa, a Fernanda, quem cuida das encomendas e da parte burocrática. Gilberto continua colecionador, claro, mas teve que reduzir um pouco até para dar espaço para o estoque da loja virtual. Já chegou a ter mais de 600 e hoje tem 280 carros na coleção particular.   

 As dicas do Gilberto

- Você tem  que vender o que gosta, com o que você se identifica. Assim vai  trabalhar com mais entusiasmo.

-Também tem que conhecer o que está vendendo. Eu sei responder qualquer dúvida dos meus clientes sobre miniaturas.

- Finalmente, tem que fazer uma boa pesquisa de mercado para ter bons fornecedores  

www.socarrinhos.com.br

 

COMENTÁRIOS
Adicione um comentário
Nome:
Email:
FERNANDA
21 de junho de 2015 Responder
Que fofas as miniaturas!! Eu tenho uma do modelo do carro que me levou à igreja no dia do meu casamento, um Thunderbird 1958. Sempre guardei com muito carinho. Que ideia bacana a do Gilberto! Parabéns pelo post! Beijos!!
LETÍCIA
21 de junho de 2015 Responder
Adorei as dicas dele!
VANESSA BROLLO
21 de junho de 2015 Responder
Legal né? Realmente tem que conhecer e acreditar no que vende né? Beijos e obrigada pela visita
VANESSA BROLLO
21 de junho de 2015 Responder
Que lindo ter a miniatura do carro que te levou na igreja.Super romântico rsrs. O Gilberto disse mesmo que recebe muitas encomendas personalizadas, como o primeiro carro da família, por exemplo, mas essa sua lembrança é muito mais especial. Obrigada pela visita e boa semana pra você.
AZEVEDO
16 de fevereiro de 2016 Responder
Gostei do site. Obrigado.
VANESSA BROLLO
16 de fevereiro de 2016 Responder
Obrigada você pela visita
CRISTIANE SOUZA
18 de junho de 2017 Responder
As dicas que o Gilberto deu são muito boas! E estas histórias de fazer do hobby um negócio são as que mais curto. Um bom hobby pode fazer muito mais do que bem pra alma. Pode fazer bem pro bolso. :)
VANESSA BROLLO
19 de junho de 2017 Responder
Oi Cris, também me encanto com essas histórias rsrsrs Beijos e obrigada pela visita ao blog
Comentário: X
Nome:
Email:
';