A artesã das frases divertidas

31 de outubro de 2014 por Vanessa Brollo
É em um ateliê cercado de verde com direito a canto de passarinhos e pausa para comer pitanga do pé, que Jô Ribas produz quadros com frases divertidas. Mas nem sempre ela teve um ambiente tranquilo assim como “escritório”. Durante muitos anos, a Jô trabalhou com política e organização de eventos. E eventos grandes. Para você ter uma ideia, um deles foi um show para 30 mil pessoas. Com tantas responsabilidades ela se preocupava muito e dormia pouco. O corpo cobrou o preço de tanto stress. Jô teve síndrome do pânico, enfrentou uma depressão e foi  obrigada a parar. Um momento difícil,em que ela nem se dava conta de que frases divertidas poderiam se tornar um negócio. jo valendo O artesanato sempre fez parte da vida da Jô e foi restaurando peças em madeira, que ela começou com o que seria o seu Plano B na vida profissional: “Me chamavam de rainha da sucata, porque eu pegava tudo que estava na rua”, brinca. Com a ajuda da mãe, Sandra Ribas, que é incentivadora e também uma artista de mão cheia, Jô escolheu o nome: Coisa e Tal. Fez a página no facebook,  foi postando fotos  das peças e começou a vender. Das peças restauradas em madeira passou para o vintage. Os quadrinhos com marcas de bebidas e carros antigos fizeram o maior sucesso. Mas  a Jô percebeu rapidinho  que é preciso inovar sempre. Começou a  colocar nos quadros frases divertidas. Aquelas super bem humoradas  que se espalham pelas redes sociais. coisa 1   Coisa e Tal 1 As frases em quadros e porta copos, que aliás ninguém tem coragem de cobrir com um copo, conquistaram os clientes. A Jô diz que na Feira do Largo da Ordem, em Curitiba, todo mundo para e acaba se identificando com uma frase ou levando para dar de presente. Como a produção é semanal, é certo que a frase que bombou durante a semana na internet vai estar em um quadro no domingo. “Não tem turista que não leve”, comemora. Coisa e Tal 2 O Plano B da Jô deu super certo e  não só no aspecto profissional. Ela admite que a arte e o contato com os clientes acabou ajudando no processo de cura da depressão. “Além do aspecto financeiro, receber o retorno dos clientes dizendo que gostam do meu trabalho é muito gratificante”.

As Dicas da Jô

-Foque em um tipo de produto, mas não deixe de se atualizar: O foco é importante, mesmo assim é preciso inovar sempre. Os clientes cansam  e procuram novidades - Invista em um bom acabamento: É essencial em qualquer trabalho artesanal. - Atendimento é muito importante: Tem que olhar o cliente e achar que ele pode ser seu amigo depois. - Cuide do aspecto financeiro: Só depois de um ano você vai ter noção de qual é  o melhor mês para a venda. Anote tudo o que gasta, com matéria prima, com as horas de trabalho, só assim você vai saber se está lucrando

www.facebook.com/Coisa&Tal

coisa ferias  
COMENTÁRIOS
Adicione um comentário
Nome:
Email:
FERNANDA
01 de novembro de 2014 Responder
Super criativa e inspiradora! Adorei! Beijos, Fernanda.
VANESSA BROLLO
01 de novembro de 2014 Responder
Que bom que você gostou Fernanda. Ela é muito legal mesmo. Beijos
JUNIOR KADESHI
10 de novembro de 2014 Responder
Gente, amei essas plaquinhas!!!! <3
VANESSA BROLLO
10 de novembro de 2014 Responder
Junior, são lindas e muito divertidas rsrsrsr. Obrigada pela visita. Bjos
Comentário: X
Nome:
Email:
';