Fazia bolo no pote e hoje fatura R$15 mil por mês com franquia de crédito

06 de dezembro de 2020 por Vanessa Brollo
Uma franquia de crédito foi a aposta da Cláudia Agustini para empreender, em plena pandemia. Investiu na Bem Seguros e Créditos e o retorno veio em quatro meses. O sonho de Cláudia Agustini sempre foi empreender. Dedicada aos filhos, fazia os bolos para as festas de aniversário das crianças. Com o tempo, os doces ficaram famosos entre os amigos e familiares. Foi daí que surgiu a ideia de vender bolos no pote em meados de 2018. Com faturamento baixo (funcionava como alternativa de renda extra), o empreendimento durou cerca de um ano. Contudo, a empresária queria ir além. Com experiência na área de vendas, decidiu investir em uma franquia da Bem Seguros e Créditos. Hoje, cerca de quatro meses depois de iniciar o negócio, o faturamento de Cláudia gira em torno de R$15 mil mensais. “Fazer os bolos sempre foi um hobby que, por acaso, se transformou em um negócio, mas não era o que eu realmente queria. Durante muito tempo, trabalhei formalmente com vendas. Gostava muito desse contato com os outros, revertendo leads para meus chefes. Quando conheci a Bem, me perguntei ‘por que não continuar esse trabalho comercial para mim mesma?”, comenta Cláudia Agustini, franqueada de São José do Rio Preto, da Bem Seguros e Créditos. Com a rescisão do último emprego e apoio dos familiares, decidiu investir em um novo negócio. Cláudia começou a pesquisar as opções existentes no mercado. Sem completar o ensino médio e com oito anos de experiência em vendas, precisava encontrar algo que a fizesse se sentir realizada e trouxesse resultados ao mesmo tempo. Foi, então, que encontrou a Bem Seguros e Créditos, franquia especializada em consórcios, seguros e crédito. A conexão e forte crescimento do mercado financeiro fez com que a empresária optasse pela marca. “Foram oito anos de atuação com vendas. Eu sabia o que fazer, mas precisava de apoio operacional. Vi que a franquia de crédito da Bem poderia me ajudar com isso. E foi o encontro perfeito!”, comenta descontraída. Em três meses, Claudia e mais duas funcionárias recuperaram o valor investido e faturam cerca de R$15 mil mensais.  A empresária pretende ampliar seu negócio e contratar outras 18 pessoas em um ano. A meta para 2021 é faturar R$720 mil. Apesar do sucesso no curto espaço de tempo, a empresária ressalta que começar um novo negócio não é uma tarefa fácil. “Além da administração da franquia, eu trabalho muito no relacionamento com os clientes. Ao contrário do que muitos pensam, empreender exige muito trabalho duro”, finaliza Cláudia. As dicas da Claudia -Conhecimento do negócio. Tem que conhecer o produto em que vai investir -Planejamento -Coragem para arriscar -E gostar muito da área que vai atuar www.bemsolucoes.com.br
';