Ele conseguiu vender uma ideia para uma grande empresa

30 de agosto de 2014 por Vanessa Brollo
O curitibano Anderlin Junior hoje mora em Garopaba, Santa Catarina. E vive, no dia a dia, o sonho de muita gente que é criar os filhos, no caso as duas filhas, em uma cidade tranquila e à beira mar. E o melhor, é também neste belo cenário do litoral brasileiro que ele conseguiu realizar o sonho de viver do Plano B. Anderlin  nasceu de uma família muito simples e desde criança tinha que inventar os próprios brinquedos. Quando jovem se apaixonou pelo surf e, desde então, trabalhava a ideia de transformar a prancha, sua companheira de aventuras, em personagens.  Ele é jornalista e, na correria do dia a dia, esse era somente um plano. Quando as filhas nasceram ele resolveu apostar  mesmo na ideia, até para que as pequenas já conhecessem o surf. E assim, junto com as meninas, há 6 anos, nasceram também Prancha, Pranchinha, Pranchão e Morie. Uma turma do bem que incentiva a prática de esportes e uma alimentação saudável desde cedo. Turma prancha-1 Mas Anderlin admite que  o início não foi nada fácil: “Todos me criticavam e diziam que  eu era maluco de querer competir com marcas famosas . Por isso que você precisa pensar sobre aonde você quer chegar, o que você pretende. É preciso ter foco, e existe uma série de coisas que precisa entender. Estudar como funciona o mercado, pesquisa de marcas, é preciso ter uma base de conhecimento”. No início ele conseguiu convencer alguns empresários que investiram no projeto, mas a grande virada aconteceu em 2012. O projeto foi apresentado  a uma das maiores marcas de surf do Brasil, a Mormaii. Turma prancha foto A empresa que  fica em Garopaba foi fundada por um médico, conhecido como "Dr.Morongo", que identificou na Turma do Prancha muitas das tradições da empresa, como surf, esporte, saúde e bem estar. “Nossa, um sonho se abriu. A Mormaii é a maior marca de surf do Brasil e está entre as maiores do mundo”, comemora. O projeto agora está ganhando o Brasil e já estampa capas de cadernos, brinquedos e mochilas. Turma prancha- cadernos Turma prancha mochila  

As dicas do Anderlin

-Fé -Esperança -Humildade -Paciência -Luta -Todos os dias acredite, acredite, acredite... Para conhecer mais sobre o projeto acesse o site www.turmadoprancha.mormaii.com.br. Caso queira obter mais informações sobre parcerias, ou mesmo para sugestões e ideias, o criador do projeto disponibiliza o e-mail: anderlin@mormaii.com.br.
COMENTÁRIOS
Adicione um comentário
Nome:
Email:
EDUARDO DO ROSÁRIO
01 de setembro de 2014 Responder
Anderlin parceiro de trabalho sempre com boas ideias e bons negócios. Parabén
FERNANDO CUNHA
01 de setembro de 2014 Responder
Anderlin, grande amigo que fiz enquanto cursávamos jornalismo na Unibrasil, em Curitiba. Foi menino de rua, acreditem. Não tinha nada, so que ao mesmo tempo tudo: sonhos que sempre couberam na medida em um coração generoso. Sucesso à ele e que este seja só o inicio.
ELLEN
01 de setembro de 2014 Responder
Parabéns Anderlin! Muito legal ver sonhos sendo realizados, que Deus abençoe cada vez mais seus planos. A Turma do Prancha é show!
VANESSA BROLLO
01 de setembro de 2014 Responder
Essa Turma é um sucesso mesmo, não é Ellen? Abraços
VANESSA BROLLO
01 de setembro de 2014 Responder
É uma bela história de superação mesmo Fernando
VANESSA BROLLO
01 de setembro de 2014 Responder
Um empreendedor, sem dúvida não é Eduardo?
PAULO ARMANDO
01 de setembro de 2014 Responder
Muito bom! Tenho acompanhado o trabalho do Anderlin a algum tempo. E só posso mesmo é parabeniza-lo por tamanha perseverança, humildade e fé. Uma mente brilhante. Isso tudo ainda vai fazer muito sucesso!
VANESSA BROLLO
02 de setembro de 2014 Responder
Sem dúvida a história dele serve de inspiração, não é Paulo Armando? Abraços
NIVEA RODRIGUES
09 de agosto de 2016 Responder
Parabéns pela persistência! História inspiradora! Gostaria de saber se você registrou a sua idéia antes de vende.la? Obrigada
VANESSA BROLLO
10 de agosto de 2016 Responder
Oi Nivea, sou a jornalista responsável pelo blog. Para essa informação você tem que falar com o entrevistado. O contato dele está no final do post ok? Att Vanessa Brollo
Comentário: X
Nome:
Email: