A psicopedagoga transformou a paixão por bolos e doces em profissão

A psicopedagoga transformou a paixão por bolos e doces em profissão

A Sabrina Ghignone trabalhou mais de 10 anos como psicopedagoga. Ela decidiu parar porque não estava mais satisfeita com a profissão e achava que precisava ter novas experiências. Desde pequena ela sempre gostou de fazer doces. “Nas festas de família eu sempre ficava encarregada de levar algum doce, alguma sobremesa”. E o que era um … Leia mais…