Uma renda extra de R$ 900,00 com bordados

Uma renda extra de R$ 900,00 com bordados

A Helen Mariane é Analista de RH em um escritório contábil das 8h30 às 18 horas. Depois do expediente começa a trabalhar no seu Plano B, que é fazer bordados. Em 2010 ela era assídua do Flicker, uma rede social de fotografias. Acabou descobrindo algumas fotos de bordados super modernos feitos pela americana Jenny Hart. … Leia mais…

Com R$ 30,00 ela comprou matéria prima para começar e não parou mais

Com R$ 30,00 ela comprou matéria prima para começar e não parou mais

Sim gente, o título é esse mesmo. Trinta reais era quanto a Ariane Santos tinha para comprar matéria prima para fazer agendas de tecido. É realmente muito pouco né? Mas hoje ela é uma empresária de sucesso que inspira e ajuda muita gente que sonha em empreender. A Ariane trabalhava na área de marketing e no … Leia mais…

Um visual novo para uma foto antiga

Um visual novo para uma foto antiga

Estou de férias e confesso que não consigo ficar parada. Arrumando gavetas bagunçadas encontrei um porta retrato com uma foto antiga, que estava com o vidro quebrado. Não queria jogar a moldura fora, então… Partiu Plano B. Essa foto é do casamento dos meus pais Lilian e Eli. Lindos né? Aqui no blog tem outros … Leia mais…

A arte com tecido me libertou de um trabalho burocrático

A arte com tecido me libertou de um trabalho burocrático

Durante 15 anos a Sarah Santos  trabalhou na área administrativa, no serviço público, um trabalho burocrático. Mas mesmo depois de um expediente de 8 ou 10 horas ela  chegava em casa e ia fazer  arte com tecido e todo tipo de artesanato. O que era um hobby aos poucos se transformou em opção de renda. … Leia mais…

Pagou uma dívida de 15 mil reais  vendendo artesanato

Pagou uma dívida de 15 mil reais vendendo artesanato

O que você faria se  fosse dona de casa e seu marido ficasse doente, sem condições de trabalhar e para complicar  ainda tivesse que assumir uma dívida de 15 mil reais? A Terezinha Zunino Jasper arregaçou a mangas e Partiu Plano B. Foi uma amiga da Terezinha, a Sonia, quem deu o empurrão inicial. “Ela … Leia mais…