fuchik3

Sucesso com acessórios para os cabelos

Há alguns anos eu estava passeando por uma feira de artesanato, aqui em Curitiba, quando me interessei por um estande de acessórios  todo colorido, com faixas e outros acessórios para o cabelo. Parei para dar a tradicional olhadinha, mas acabei comprando. Não só porque gostei do produto, mas também pelo atendimento.  A jovem artesã me contou em detalhes como foi feita a tiara, destacou a qualidade do material….Ao mesmo tempo uma senhora simpática me  explicou como usar, me ajudou a experimentar, me emprestou um espelho, ou seja, fui conquistada por essa dupla que descobri na conversa  serem mãe e filha. Eu estou falando da Meroly Felizardo, ou Mel,  e da  Vera Alice Lucio .

Quando comecei a me envolver, como jornalista, no mundo dos empreendedores é que percebi que a Mel continuava firme com a  empresa. Junto com a mãe, ela participa de feiras em todo o Brasil e ainda organiza bazares para incentivar outros empreendedores a ganharem cada vez mais mercado.

Segundo a Mel, o artesanato sempre esteve presente na vida dela. “Cresci vendo  minha mãe costurar e por um tempo fizemos bijuterias para vender. Mas antes eu trabalhava como vendedora e minha mãe com telemarketing”.

Em um período que estava sem emprego fixo, a Mel procurava alguma coisa para ocupar o tempo, quando se encantou com uma almofada feita com fuxicos na vitrine de uma loja de artesanato. “O curso era muito caro e por isso procurei tutoriais na internet. Foram muitas tentativas até conseguir finalizar uma flor de fuxico”.

No começo, a Mel vendia os produtos de loja em loja e quando a demanda  aumentou, a dona Vera, que já era parceira na vida, se transformou em parceira nos negócios. É ela, aliás, a fera na costura.

fuchik1

 

A marca das duas é a  Fu*Chik, uma homenagem àquela almofada, com flores de fuxico, que inspirou a Mel no início, mas  hoje elas vendem faixas, turbantes, hairbuns, headbands e agora já tem até vestido de moleton com estampas exclusivas.

A principal dificuldade no início, segundo a Mel, foi a falta de incentivo das pessoas mais próximas, que não enxergavam a atividade como um trabalho.

Superado esse problema, a Mel e a Vera lutam hoje, no dia a dia,  para enfrentar a concorrência, nem sempre leal. “Tem muita gente que copia o seu trabalho de forma precária  e vende pela metade do valor”.  A solução encontrada por elas é apostar cada vez mais em qualidade e inovação para fidelizar os clientes.

fuchique

As dicas da Mel

– Primeiro tem que amar o que faz. Assim fica mais fácil enfrentar as dificuldades, que não são poucas

– Não desistir e persistir. O trabalho artesanal ainda é pouco valorizado, mas  cada elogio é como  um combustível para continuar na caminhada

-Definir um foco e tentar ser o melhor naquilo que escolher

– Estar sempre antenada  às novidades da área e buscar informações para sempre estar agregando valor ao seu produto.

 

www.facebook.com/fuchikacessóriosmodernos

2 comentários sobre “Sucesso com acessórios para os cabelos

  1. É, realmente essa questão da concorrência desleal está em todas as áreas, mesmo… Mas investir na qualidade do produto e na fidelização do cliente é muito importante. Se a pessoa compra um produto barato, mas mal feito, com certeza não comprará novamente. Já quando se investe em qualidade o papo é outro. Obrigada querida Vanessa por compartilhar mais uma história inspiradora e cheia de dicas importantes. Beijo!!
    Fernanda.

Deixe um comentário