Wikimaki

Sócios faturam alto com fast food de comida japonesa

Lançar um fast food no segmento de comida japonesa foi o desafio dos sócios que há oito anos decidiram empreender. João Manuel Lago de Carvalho Cardoso, Henri Pera Santos, Jairo Inácio Petri e Sérgio Ricardo Wahrhaftig se formaram em áreas completamente diferentes, como engenharia, publicidade e administração. Observando que o mercado não tinha um fast food de comida japonesa, os amigos tiveram uma ideia: democratizar esse tipo de comida, com ingredientes frescos e de qualidade.

Wikimaki -Partiu Plano B

Gradualmente o negócio foi crescendo e os sócios partiram para o Plano B em definitivo.  A rede de franquias encerrou 2017 com um faturamento de R$ 20 milhões. Para 2018 a meta é aumentar o faturamento em 30%. Como tinham muita solicitação de franquia, decidiram apostar nessa ideia. Foram  5 anos com franqueados apenas em Curitiba,  onde fica  a matriz da empresa. Nesse tempo eles fizeram ajustes e melhorias até conseguir formatar e montar a estrutura para atender e dar suporte aos franqueados dos demais estados.

A diferença de formação dos sócios  acabou sendo benéfica para a empresa. “Dentre os sócios temos formações bem diferentes: publicitário, engenheiro e administrador, que traz para nosso conselho visões importantes e diversas sobre o que colocamos em prática”, conta João Manuel de Carvalho Cardoso, um dos sócios-proprietário. E eles têm previsões otimistas. Até 2020 a empresa deve faturar  R$ 50 milhões anuais, com franquias nos estados de Santa Catarina e São Paulo, em cidades com população a partir de 250 mil habitantes. Para o primeiro semestre de 2018, estão previstas unidades nas cidades de Guarapuava (PR) e Chapecó (SC).

As dicas dos empresários

– Acreditamos que em todas as áreas existem boas oportunidades, principalmente alimentação que é a que gente atua.

– Uma dica é tratar todos os detalhes da operação e da gestão, mesmo os simples, como se fossem muito importantes: cada detalhe conta e deve ser encarado como algo importante.

– Outra dica é sempre ter a certeza que diante dos obstáculos que aparecem no dia a dia do empreendedor, no longo prazo sempre terá bons resultados e saldo positivo, se agir sempre de forma profissional.

– E principalmente, nunca se contentar com o bom, sempre é possível fazer melhor. Quando achar que está bom, pense novamente, pois provavelmente o seu concorrente também chegou até ali. Invista um pouco mais de tempo e vá além do bom. As chances do seus concorrentes terem parado no bom e você ultrapassá-los são muito grandes.

 

www.wikimaki.com.br

franquias@wikimaki.com.br

5 comentários sobre “Sócios faturam alto com fast food de comida japonesa

  1. Nossa, simplesmente A-MO este restaurante!! Agora que estou de dieta não vou, mas assim que puder quero me acabar no sushi (haha). É muito bom mesmo, tudo sempre fresquinho e o atendimento deles é excelente! Só tem que ter sucesso mesmo.
    Beijos Vanessa!

Deixe um comentário