Sérgio Fagundes-Partiu Plano B

O sucesso depois de um curso técnico. Saiu de uma condição de extrema pobreza para ser empresário

Descobri várias histórias de pessoas que a partir de um curso técnico começaram a mudar de vida. E são essas histórias que quero contar pra você nessa série de reportagens sobre O sucesso depois de um curso técnico. E a história de vida do Sérgio Fagundes é, sem dúvida, uma inspiração para qualquer pessoa sair da sua zona de conforto, parar de reclamar e começar a estudar, quem sabe  fazer um curso técnico. A família do Sérgio trabalhava com agricultura e, aos sete anos de idade, ele já ajudava os pais na roça. Mesmo assim eles nunca deixaram que o menino parasse de estudar.”Meu pai sempre me fez trabalhar, mas dizia que se eu não estudasse seria igual a ele e que minha vida seria sofrida”. Com dez anos de idade, e em uma condição de extrema pobreza, o Sérgio começou a catar papel nas ruas de Londrina, no norte do Paraná, para ajudar no sustento da família.”Nessa época meu pai sem nenhuma escolaridade, e muito menos curso técnico, trabalhava de auxiliar de produção em uma indústria de café, o trabalho era duro e ele ganhava muito pouco para sustentar eu e mais quatro filhos menores”. Uma situação diferente de um dos vizinhos da família que parecia levar uma vida boa. “Ele almoçava em casa, os filhos eram bem vestidos e tinham brinquedos caros”. Sérgio ficou curioso para saber  qual era o trabalho do tal vizinho. Descobriu que ele era eletricista, e não teve mais dúvida.“É isso que eu vou ser quando crescer, porque não queria que meus filhos passassem pelas mesmas dificuldades que eu e meus irmãos”.

Sérgio (3) valendo

O Sérgio colocou  isso como meta de vida, continuou a trabalhar e a estudar e na primeira oportunidade, aos 16 anos, começou com os cursos profissionalizantes no Senai, sempre na área de eletricidade. Aos 20 anos já era registrado como eletricista, aos 24 se formou eletrotécnico e na sequência fez faculdade de engenharia elétrica.  “Antes de ser engenheiro ,e por ter experiência na área, eu ministrei aulas no Senai na área de qualificação industrial por 4 anos, acredito der qualificado mais de 400 profissionais”.

Sérgio Fagundes-Partiu Plano B

Hoje, Sérgio é engenheiro eletricista pós-graduado em gestão de projeto, também pelo Senai e se tornou empresário do ramo de energia, atua na fabricação de componentes para geradores e reparação de grandes máquinas elétricas ( Motores e Geradores). Ele emprega 80 pessoas com carteira assinada. Essa história de sucesso acabou inspirando também pessoas  da família do Sérgio que começaram a estudar depois de ver tudo o que ele tinha conquistado. Uma irmã e um irmão trabalham com ele  na  empresa. A filha de 26 anos é formada em Direito e atua na área administrativa e o filho de 19 anos também está na empresa  e  estuda Engenharia Mecânica.

As dicas do Sérgio:

– Custe o que custar, mantenha-se no caminho digno e honesto, não se envolva com coisas erradas.

– Primeiro o trabalho, pois é o trabalho que vai te dar condições financeiras para estudar e fazer um curso técnico.

– No trabalho… seja qual for… dê o melhor de si. Com comprometimento e atitude. Isso vai te dar sustentação. Saiba que tudo na vida é passageiro, e o que importa é o foco… aonde você quer chegar.

– Descubra qual é a sua vocação e se dedique para ser o melhor a cada dia.

– Tenha persistência, nunca desista.

– Continue estudando, cada vez mais focado no seu objetivo.

– Se pretende abrir uma empresa, procure conhecer bem o custo de seus produtos ou serviços e principalmente os impostos.

-A partir disso sua vida com certeza será sempre melhor.

www.insightenergy.com.br

www.senaipr.org.br

 

Deixe um comentário