Anna Ivanoff -Partiu Plano B- 2

Recém formada em Relações Internacionais, decidiu que quer mesmo trabalhar com confeitaria

A Anna Ivanoff  sempre foi apaixonada por confeitaria. Era um hobby! Mas assim que se formou em Relações Internacionais e percebeu que estava oficialmente na “vida adulta”, como ela diz, decidiu que a confeitaria poderia passar de hobby para fonte de renda. Foi  atrás de informação e descobriu muitos blogs e sites que estão ajudando a Anna a se apaixonar ainda mais por confeitaria. Ela cita dois: o blog da Dani Noce e o site da marca Callebaut. Decidiu fazer brownies e cookies. “Quis começar por algo mais simples, usando sempre bons ingredientes, e que não demanda algumas técnicas mais específicas, como temperagem de chocolate, por exemplo. Vou testando as marcas de chocolates, técnicas que vejo em diferentes blogs e adequando a receita ao que acho que fica mais saboroso”.

Anna Ivanoff- Partiu Plano B

Ela vende para os amigos e no refeitório de uma empresa.”Um amigo leva para o trabalho, e deixa vendendo no refeitório. As pessoas vão anotando o que vão pegando e ele cobra no final do mês. Não é uma empresa grande, mas já me ajuda bastante a começar a comercializar”. A Anna produz toda segunda-feira para fazer as entregas na terça de manhã e não tem sobrado muito produto no estoque. Ela  diz que na sexta normalmente tudo já foi vendido.

Longe de casa há 7 anos, ela em Niterói e a família em Goiânia, a Anna se orgulha de não depender mais dos pais para pagar a maioria das contas. Além de vender doces, ainda faz trabalhos eventuais no aeroporto e também dá aulas de inglês. “Minha intenção é me especializar e cuidar cada vez mais da qualidade dos produtos”.

As dicas da Anna:

Eu comecei agora, mas acredito que posso ajudar com  dicas que foram essenciais para mim.

-A primeira é começar a fazer alguma coisa, sair do lugar. Acredito que seja a parte mais difícil, especialmente porque existe muita insegurança, algo natural para quem está começando.

– A segunda é pesquisar bem o que você quer fazer, definir qual a melhor maneira que você pode seguir o caminho escolhido para alcançar seu objetivo.

-A terceira é dedicar-se ao máximo! Sei que muitas pessoas, assim como eu, não podem dedicar 24h do tempo para isso, mas tente aproveitar ao máximo seu tempo para dedicar-se ao que você quer fazer.

– Faça tudo com muito amor e paixão, seja rígido com limpeza e higiene (que é ESSENCIAL para quem trabalha na cozinha) e busque na internet as informações que precisar, está me ajudando muito! Além disso, recomendo fazer uma pesquisa de preços na cidade para achar o melhor fornecedor, não tenha medo de investir no seu trabalho!

@anna.ivanoff ///// @ekaterinadoces

Um comentário sobre “Recém formada em Relações Internacionais, decidiu que quer mesmo trabalhar com confeitaria

  1. A confeitaria é apaixonante mesmo, infelizmente onde vivo não se pode preparar comida em casa e vender, dá o maior b.o. (moro na Itália), então, o jeito é fazer pro pessoal de casa mesmo. Tô sempre experimentando novas receitas e tentando deixá-las mais saudáveis.

    Mama Boss

Deixe um comentário