Almofadinhas- Partiu Plano B

A publicitária que transformou a paixão pelos animais em  profissão

A Ana Célia Zelenkovas sempre gostou de animais, mas quando era pequena a mãe dela não deixava ter cães ou gatos. Só aos 27 anos teve  a primeira cachorrinha. “A partir daí meu amor pelos cães e pelos animais de uma forma geral, só aumentou. Hoje ela é mãe da Nina,uma labrador e do Duque,um SRD. Foi quando leu uma matéria sobre o trabalho de pet sitter, que no Brasil ainda estavA bem  no início, que ela resolveu mudar de vida. Deixou a publicidade para se dedicar a este novo trabalho. Como publicitária, a Ana atuou por mais de 15 anos na área de marketing. “Gostava do que fazia, mas não me sentia realizada, não via propósito maior naquele trabalho”.

Almofadinhas- Partiu Plano B

Ela tinha certeza que tinha que mudar, mas o início não foi fácil. Além de ser um serviço novo no Brasil, a Ana foi criada em uma família onde não havia empreendedores.”Fui ensinada que o que o trabalho que tem valor é aquele com carteira assinada. E foi preciso muita coragem para largar um emprego “estável” para trabalhar com aquilo que eu realmente queria”. A família, claro, achou uma loucura e no início ninguém entendia o que era exatamente o trabalho de pet sitter.

Almofadinhas- Partiu Plano B

A Ana Célia seguiu em frente e foi se preparando para o seu Plano B. Fez curso de dog walker e de pet sitter com profissionais renomados e também comprou livros e mais livros especializados em comportamento animal.

Almofadinhas- Partiu Plano B

Feliz e realizada com a nova profissão, a Ana admite que não é fácil não contar com o salário garantido no final,”mas trabalhar com aquilo que se ama, ver um propósito maior no seu trabalho é recompensador! Cuidar dos animais para que não se sintam sozinhos, tranquilizar os donos de que seus amigos estão sendo bem cuidados, isto não há “estabilidade” que pague”.

As dicas da Ana Célia

– Analise muito bem o mercado e a área que pretende atuar. Veja quais são os serviços mais procurados, as áreas com maior potencial de clientes.

– Faça um plano de negócios. Pode parecer chato mas é essencial. Só com o plano você vê oportunidades e possíveis problemas na sua ideia, e tem tempo de corrigir.

– Caso consiga, faça uma reserva financeira para os meses de início do seu negócio, para que possa se manter até começar a ter clientes.

www.facebook.com/babádeanimaiscuritiba

 

4 comentários sobre “A publicitária que transformou a paixão pelos animais em  profissão

  1. Que delícia essa nova profissão hein? Parabéns para a Ana pela coragem de empreender num país onde se valoriza tanto a “carteira assinada”… rs
    Obrigada querida Vanessa por mais uma história inspiradora!!
    Beijos!!

Deixe um comentário