Luciane D'alécio

Projeto social incentiva produção e venda de artesanato

A Luciane Munhos  D’Alécio sempre esteve envolvida com projetos sociais. Quando o marido dela foi prefeito de Ubiratã, no centro oeste do Paraná, ela chegou a atuar  como secretária de assistência  social  e criou um projeto para mulheres de baixa renda.

A ideia era capacitar as pessoas, ensinando atividades manuais como crochê e costura para que  elas tivessem possibilidade de gerar renda, muitas vezes trabalhando em casa.

Quando não ocupava mais nenhum cargo público, a Luciane, advogada por formação, decidiu que continuaria a ajudar as mulheres da cidade e criou o projeto Luxo das Artes.

Luciane Dalécio 2

Atualmente 12 mulheres participam do projeto que  promove a capacitação, doa material e orienta as artesãs sobre como  se  cadastrar no MEI ( Microempreendedor Individual). A Luciane paga por produção e depois revende as peças.

A empresária, que também tem uma empresa de treinamento e gerenciamento pessoal, diz que além de gerar renda, o projeto estimula o empoderamento feminino , ao mostrar para essas mulheres que elas podem empreender.

“O que me motiva é o sentimento de gratidão dessas mulheres, que falam que vão usar o  dinheiro que estão ganhando pra ajudar a família ou comprar um presente especial para um filho”.

Mas não basta saber fazer algum tipo de atividade manual. A Luciane chama a atenção das artesãs para a importância de um trabalho de qualidade e com excelente acabamento.

“É esse capricho e um acabamento perfeito, que vai fazer diferença na hora de um cliente comprar a peça”.

www.facebook.com/luxo das artes

Deixe um comentário