Rude Gear-Partiu Plano B

O engenheiro mecânico tem uma empresa de presentes só para homens

Mães, esposas e namoradas vão concordar comigo. Muito difícil dar presentes para homens né? Entrevistando o José Prieto eu fiquei sabendo a opinião do outro lado da história e sim, eles também não aguentam mais  só ganhar camisa, cueca, pijama e meia de presente!!!! E foi para acabar com a dificuldade de quem presenteia e de quem ganha o presente, que o Prieto teve a ideia de abrir uma empresa especializada em presentes para homens.

Rude Gear- Partiu Plano B - 1

O José é engenheiro mecânico e atuou 20 anos na área, trabalhando em multinacionais. Ele me disse que sempre escapou das crises do setor, mas em 2016, depois de uma reestruturação na empresa em que estava, acabou perdendo o emprego. Só que o Prieto há algum tempo pesquisava na internet sites internacionais especializados em presentes masculinos.

Rude Gear- Partiu Plano B

Durante a pesquisa descobriu que esse setor  movimenta 5 bilhões de reais por ano. “Quando saí da empresa estava psicologicamente preparado e não perdi tempo, já comecei a procurar fornecedores para colocar minha ideia em prática”. E a ideia é presentear os homens com  kits que vem em caixas que só podem ser abertas com pé de cabra. Veja o vídeo:


O nome Rude Gear, pode ser traduzido mais ou menos como equipamento rústico, ou seja, presentes úteis “mas sem mi mi mi”, como diz o empresário .

Rude Gear-Partiu Plano B

A empresa tem apenas 6 meses e o  Prieto percebeu que existe mercado para os produtos que vende, mesmo assim está começando aos poucos. A loja online, por exemplo, é uma opção bem mais barata do que uma loja física. O empresário também está em busca de investidores. Enquanto isso trabalha na divulgação da ideia, que é bom lembrar, começou bem antes dele perder o emprego, ou seja, a dica é : “Tenha sempre um Plano B, mesmo que esteja muito bem empregado”.

As dicas do empresário:

-Primeira dica é saber o que quer fazer, antes de precisar. Muitos amigos de 40 anos são demitidos e só depois vão pensar no que fazer. Mesmo que você não abra nenhuma empresa, tenha uma ideia do que faria, já analise o mercado. Quando saí da empresa eu já sabia o que queria e isso facilitou muito.

-Qual é a dor do cliente na hora de comprar?  A palavra é essa mesmo, dor. Pense em um produto ou serviço que possa resolver uma dor .

-Use sua rede de contatos para encontrar fornecedores e depois os clientes. Por isso é importante sempre ter conhecidos de outras áreas que não seja a sua. Eu tive que procurar pessoas de outras áreas para entender de vendas, online e logística, por exemplo. Na minha área de  engenharia  mecânica ninguém conhecia o assunto.

-No  processo de pesquisa tente validar o seu produto, saber se ele vai ser aceito antes de ter ele. Converse  com as pessoas, divida a sua ideia. Assim você  começa a saber o potencial do negócio .

www.rudegear.com.br

Rude Gear - Partiu Plano B

Deixe um comentário