decore valendo

Se reinventar na profissão para ficar perto do filho

 

Como designer gráfico e de projeto de produto, a Mariceli Massuci  sempre trabalhou para grandes corporações. E como trabalhava, 12,15 horas por dia. Chegou a passar 3 noites seguidas trabalhando. Até que o Luca nasceu. A certeza de que precisava ficar perto do filho a fez desacelerar e a sentir a necessidade de se reinventar na profissão.

decore comemore 2- valendo

Como parar de trabalhar não era opção, ela começou a usar o design de maneira mais lúdica. E tudo começou nas festas do  Luca.Teve chá de bebê, batizado, 1 aninho. A família e os amigos era unânimes em dizer que ela tinha que investir no ramo de festas. E  foi assim que surgiu a Decore & Comemore. Mais do que locar decoração ou vender artigos de festa, a ideia da Mari é mostrar para pais e mães que festa de criança TEM que ser para criança.O  projeto Era uma vez, que refaz os contos de fada é um exemplo disso.

decore comemore valendo

Tem sim as princesas que as meninas adoram, mas todas são crianças. A empresária ainda incentiva os pais a participarem efetivamente da montagem da festa. E se a ideia  é economizar, ela propõe que a comida seja feita em casa e que as brincadeiras também sejam planejadas pelos pais para que todos aproveitem juntos. “Em buffets as crianças brincam com os brinquedos e não juntas. Percebo que é a preparação e a interação em família que faz com que a festa se eternize”.O conceito do faça você mesmo, que a Mari leva para os clientes, acaba se refletindo na educação do Luca. Aos  4 anos, ele fala muito pouco “Mãe compra para mim”. O pedido mais comum é mesmo: “Mãe, faz pra mim?”.

decore 1 valendo

A loja está completando um ano e fica na frente da casa da Mari, no mesmo terreno. O Luca, ou Luquinha (ele disse durante a entrevista que esse é o apelido dele) está sempre por perto. A empresária, que também trabalha com o marido, conseguiu encontrar o equilíbrio, mas confessa que não é fácil e diz que é importante ter muita disciplina para que as coisas funcionem. “Não dá pra deixar o trabalho no meio da manhã e ir lavar roupa, por exemplo”.

decore comemore 1- valendo

 

 As dicas da Mari

– O primeiro impulso da mulher que teve filho é mesmo parar de trabalhar, mas acredite, quem está acostumada vai sentir falta do mercado de trabalho

– Se tiver uma profissão que permita um home office, não tenha dúvida. Mas lembre que  é preciso muita disciplina para que a rotina de trabalho seja respeitada

– Se não for possível trabalhar em casa, tente um emprego de meio período.

– Reconstruir uma rotina priorizando  o seu filho vai te deixar mais tranquila e mais feliz.

 

www.decorecomemore.com.br

 

6 comentários sobre “Se reinventar na profissão para ficar perto do filho

  1. Eu não tenho filhos, mas sempre tive esta preocupação de “o que fazer” com meu trabalho se os tivesse, porque não teria coragem de deixá-los por 12 horas por dia… Pensar num plano B nessa situação é super importante, obrigada pelas dicas tão preciosas!! Beijo!
    Fernanda.

    • Fer, acho essencial ter essa preocupação. Cada caso é um caso, não dá pra julgar mas, sem dúvida, as crianças que tem os pais sempre por perto são mais seguras e independentes.Sempre trabalhei muito, mas eu e meu marido sempre conseguimos nos revezar para que um dos dois estivesse com a Vitória para que ela não precisasse ficar muito tempo na escola.

      Beijos e obrigada pela visita

Deixe um comentário