Troc- Partiu Plano B

Em um ano faturamento de R$ 1 milhão com brechó online

A ideia  inicial era de um brechó com roupas de crianças. Isso porque a Luanna Domakoski estava  grávida e quando foi fazer o enxoval percebeu que as roupas infantis são caras e geralmente usadas por pouco tempo. Nessa época ela e o marido o Henrique Domakoski moravam em Boston, nos Estados Unidos. Aqui no Brasil a  Luanna era advogada e ele trabalhava com empresas, mas decidiram viajar para  fazer especialização. A Luanna começou a estudar em Harvard e o Henrique no MIT ( Massachusetts Institute of Technology). Quando tiveram a ideia do brechó de roupas de crianças iniciaram um estudo de mercado de peças usadas. “Baseado neste estudo optamos por iniciar no mercado feminino adulto para posteriormente entrar no Kids”.

Troc- Partiu Plano B

Após consultarem seus professores e aprimorarem a ideia, voltaram para o Brasil decididos a criar um e-commerce . “Logo que voltamos em janeiro de 2016 começamos uma primary marketing research (pesquisa de mercado) para conhecer o comportamento de compra das mulheres brasileiras. Depois de quase um ano de pesquisas e estudos, desenvolvemos nossa própria plataforma e o site foi ao ar em dezembro daquele mesmo ano”, explica Domakoski.


O TROC é um m e-commerce de compra e venda de roupas e acessórios seminovas de marcas Premium com até 20% do valor original. Em apenas nove meses de funcionamento a empresa atingiu um crescimento mensal do faturamento de 100% e tem previsão de R$ 1 milhão até o final de 2017. O brechó online tem 8 mil peças em estoque de marcas como: Channel, Animale, Mixed e Dior. O escritório e o depósito estão em Curitiba, em um galpão de 500 m² “Escolhemos a sede do negócio em Curitiba por morarmos aqui, mas atendemos o Brasil inteiro graças a nossa plataforma online”.

Troc- Partiu Plano B

O segredo desse sucesso? Segundo o casal, além do planejamento detalhado é muito importante saber para quem você quer vender: “Acreditamos que a pesquisa de mercado deve ser contínua pois sempre vamos aprendendo e entendendo mais o que os clientes querem”. Eles também  facilitam ao máximo o processo , já que as vendedoras enviam suas peças (sem custo) que se encaixam em uma lista de marcas aceitas pelo site para análise. Após a realização da venda, o lucro chega até 70% para a vendedora. “Queremos proporcionar uma experiência fácil, segura e rápida para as nossas clientes, que podem se desprender de suas peças sem muita burocracia e ainda conseguem adquirir outras por um preço acessível e no mesmo lugar”.


As dicas do casal :

– Conheça muito bem o seu cliente. O que ELES gostam, o que ELES comprariam. O desafio é entende-los e conseguir adaptar o seu produto para eles.

-Seja resiliente. Nem tudo sairá como planejado.

-Monte um bom time.

www.troc.com.br

Deixe um comentário