Pipoca Gourmet- Partiu Plano B

Ela vendia roupas de luxo e agora é pipoqueira gourmet

Durante cinco anos a Luana Amorim teve uma loja de roupas de luxo. Quando venceu o contrato de aluguel, decidiu montar um show room em casa. Ela tinha uma boa clientela mas começou a faltar dinheiro para comprar novidades. Mesmo com as dificuldades financeiras, Luana queria  promover mudanças na vida  e resolveu fazer uma reeducação alimentar. Em dois meses perdeu 12 quilos. E foi uma dica da nutricionista que acabou dando início ao Plano B dessa empresária.

Pipoca Gourmet- Partiu Plano B

É que a nutricionista indicou a pipoca como opção de alimento saudável e que não prejudicaria o regime da Luana. Certo dia ela pediu para o padrasto fazer uma pipoca. “Foi a melhor pipoca que comi na minha vida e eu disse pra ele: Você tinha que vender pipoca, ia ficar rico!”. Mas quando foi guardar a bacia vazia ela disse que ouviu uma voz. ”É você quem vai vender pipocas, vai fazer pipocas gourmet. Dei um grito: mãe vou fazer pipoca pra vender”. Assim ela começou o trabalho como pipoqueira gourmet.

Tomada a decisão, Luana foi para a internet procurar receitas de pipoca gourmet, que têm sabores e ingredientes diferentes. “Nunca tinha visto nem comido esse tipo de pipoca”. Com a cara e a coragem ela se inscreveu em uma Feira Gourmet e começou a testar as pipocas. Da feira foi para porta de escolas. “Tinha dia que não vendia nenhuma, mas não desisti! O ponto alto foi um bazar grande, onde participei com a loja e com as pipocas! Nunca trabalhei tanto na minha vida! Foi o último evento que fiz com a loja! A última vez que vendi roupas!”

Luana diz que o tempo foi ficando escasso e ela teve que escolher. Como não dava mais para investir na loja, abriu mão de 20 anos no mercado de roupas de luxo para virar pipoqueira. Com ajuda de uma tia ela montou um carrinho gourmet que já é referência em festas e eventos de Goiânia. Ela admite que jogou muita pipoca fora mas conseguiu desenvolver uma técnica própria, e agora oferece mais de vinte sabores e pipocas temáticas, coloridas.

Pipoca Gourmet- Partiu Plano B

A agora pipoqueira, diz que em nenhum momento teve vergonha de oferecer o produto, de propor parceria e admite que ainda dá mais pipoca que vende, como forma de divulgação. “Sei que os frutos estão próximos”. Em seis meses de mercado a empresária fez cerca de trezentos quilos de pipoca, mais de três mil unidades. Segundo Luana, as pessoas têm vergonha de certas profissões. “Gostam de títulos, de ostentação! Eu poderia falar que sou empresária no ramo alimentício, algo assim, mas como sou eu quem faço as pipocas, ponho a mão na massa mesmo, sou pipoqueira, pois faço pipocas!”

As dicas da Luana

-Primeiro, veja o que você sabe fazer de melhor, seja arrumar uma casa ou lavar um carro, essas paixões pelo que fazemos com entusiasmo podem nos levar longe!

-“Ah, mas não tenho capital pra investir em abrir uma empresa, mesmo pequena!” Comece criando um Instagram, e observe as   lojas grandes, com muitos seguidores. Comece a seguí-los, automaticamente eles te seguirão de volta e assim você cria sua rede!

-Comece a fotografar tudo que você faz , postando e oferecendo seus serviços ou produtos! Uma ótima ideia é organizar armários, dar banhos em cães nas residências. Nossa, tem tanta coisa! Entregar frutas e verduras em caixas de feira, já lavadas! O negócio é começar e acreditar!

-Não tenha vergonha se um dia você esteve lá em cima e agora está em baixo. Levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima! Ninguém paga suas contas, e mais, use seus erros do passado para te fazer acertar!

-Comece a sonhar pequeno, do tamanho que você sozinho consiga realizar sem depender dos outros e seja humilde sempre!

 

www.facebook.com/ Pipocs Pipocaria Gourmet

Instagram: PIPOCSPIPOCASGOURMET

Pipoca Gourmet- Partiu Plano B

17 comentários sobre “Ela vendia roupas de luxo e agora é pipoqueira gourmet

  1. Das dicas mais importantes eu achei a de que não devemos ter vergonha de voltar para baixo. Isso é uma grande verdade e muitas vezes acabamos deixando de fazer alguma coisa pelo medo do que os outros vão pensar… Pode ter certeza de que esse post foi muito útil na minha vida. Obrigada querida Vanessa por nos dar uma injeção de ânimo através de suas histórias de sucesso e parabéns para a Luana pela coragem. Beijos!!!

  2. Estou vendendo pra ajudar no orçamento casa, sou tecnica de enfermagem vc não é facil,meu esposo tem (ELA) esclerose lateral amiotrafica, ele cadeirante e aposentado, depende da ajuda em tudo ate pra vira na cama, esta doença perder todas as forças, muito triste mesmo, Então estou vendo uma forma de ajudar, porque mesmo eu trabalhando e ele aposentado nao esta dando pra manter os gasto financeiro de casa,estou torcendo que vai dá tudo certo em nome de Jesus…

Deixe um comentário