Feito com Amor- Partiu Plano B

Depois do susto com o desemprego,o sucesso com os pães

Feito com Amor- Partiu Plano B

A Cynthia Souza Silva e o Abel Silva são casados e há alguns meses passaram por uma difícil situação. Ficaram desempregados e ainda tiveram que enfrentar um sério problema de saúde da Cynthia. Quando ela estava se sentindo melhor e precisando ganhar dinheiro, começou a fazer alguns testes. A família e os amigos da igreja que o casal frequenta foram os primeiros a terem a sorte de provar as delícias que a Cynthia produzia como bombons, salgadinhos, bolos. Mas ela ainda não tinha decidido o que fazer exatamente, até que pensou em pão. “Todo mundo gosta, as pessoas consomem diariamente, porque não tentar?”

Feito com Amor- Partiu Plano B

Ok, decidiu fazer pão mas a Cynthia nunca tinha feito pão antes. Seria um problema se ela não tivesse muita vontade de aprender. Fez vários cursos on line, assistiu vídeos. Foi anotando tudo e fazendo testes e mais testes. Os amigos começaram a encomendar e ela descobriu o Whats App como ferramenta para divulgação e venda.

Feito com Amor- Partiu Plano B

Sete meses depois que Partiu Plano B,  a Cynthia  vende mais de 50 pães por semana e, atendendo a pedidos, teve que ampliar a oferta de produtos. Também  faz  pães doces com gotas de chocolate, bolo, empadão, tortas salgadas. No caso dos pães, ela diz que só não aumenta a produção porque ainda não tem nenhum tipo de maquinário profissional. “Faço tudo manualmente”.

Feito com Amor- Partiu Plano B

 

pães 7 valendo

Durante um tempo, como o Abel também estava desempregado também, ele ajudou na produção, agora voltou a trabalhar mas, segundo a Cynthia, foi a venda de pães que supriu todas as necessidades do casal. Trabalhando sozinha ela não consegue sair para vender e divulgar e olha, graças à  internet, que considera seu braço direito, nem precisa. “Além de aprender novas receitas e novas técnicas ainda uso a internet para divulgar meus produtos e assim alcanço cada vez mais pessoas”. Mesmo depois do susto com o desemprego, a Cynthia não quer saber de crise. “ A crise está aí, mas nós não iremos participar dela. Além disso costumo dizer que quem tem Cristo não tem crise”.

 

As dicas da Cynthia

– Pensar antes de agir, olhar de forma geral se aquilo que você quer fazer e/ou comercializar terá público, colocar tudo na ponta do lápis e pesquisar muito antes de começar

– Ter metas e também limites. Não adianta você querer ter uma empresa que comercializa bolos, e querer incluir nela todos os doces/salgados/pães/comidas do mundo, tenha foco, faça seu público e inclua aquilo que está interligado com seu produto principal

– Tenha fé! Se você começar achando que vai dar errado nem comece, acredite no seu potencial, não se acomode, seja criativo, e recuse-se a participar da tal crise!

 

www.facebook.com/feitocomamor

pães 5 valendo

 

Deixe um comentário