Silvia

Mudou da área de TI para a oficina mecânica

Enquanto o marido da Silvia Rita Santos abria uma oficina mecânica, ela trabalhava com computadores. Atuou na  área de TI por 25 anos até que em 2015, por conta da crise econômica, perdeu o emprego.

Foi então que resolveu colocar  a mão na graxa. Passou a trabalhar na oficina  e fez uma pequena revolução no negócio da família. Além de começar a trabalhar diretamente com os clientes, o ambiente foi todo modificado e  ganhou uma nova decoração. Com isso a oficina ficou mais limpa e organizada.

Mecânica

Preconceito? Sim, a Silvia diz que no início até o marido dela, o Joel, ficou meio desconfiado, mas isso foi passando ao perceber que a empresa estava crescendo com a ajuda da esposa. “Dos clientes também tinha e tem o preconceito. Mulher colocando óleo no carro para muitos é estranho. Me perguntavam sobre lubrificante ou algum procedimento e eu respondia com propriedade. Porém, eles perguntavam novamente para o meu marido a mesma  coisa. Certeza que há o preconceito. O que fazer nessa situação? Respirar e ignorar”.

Além disso, a Silvia tem certeza do que está falando quando faz um atendimento. “É preciso buscar informação,saber a fundo sobre os produtos que a empresa vende e sobre os serviços que presta é primordial. Isso gera confiança e faz com que haja assertividade perante as dúvidas do cliente”.

Ela diz que entrar em uma área diferente parece mesmo ser um bicho de 7 cabeças. “Porém, se essa for a sua única saída, eu digo para se dedicar às novas oportunidades que surgem”.

A Silvia admite que deixar se ser funcionária para ser empreendedora é um desafio. A pessoa precisa saber que vai trabalhar muito mais também. “Não é fácil, mas a satisfação de ver o negócio se desenvolver, de ver a satisfação dos clientes e poder extrair o melhor dos colaboradores traz muita satisfação”.

A Silvia me disse que inicialmente se interessou pela área porque era o que tinha para o momento, mas ela foi se apaixonando pelo negócio, pelos clientes e pela oportunidade de aprender e conhecer muitas pessoas.

A empresária também  não para de se atualizar e hoje é aluna aplicada em cursos do Sebrae, Senac e sempre participa de workshops e palestras. “Tudo que me ajude a fortalecer a marca e alcançar mais clientes”.

As dicas da Silvia:

-Ame o seu negócio. Se dedique a ele. Não tenha preguiça. Você deve ser o primeiro a chegar e o ultimo a sair.

-Busque informação –  no SEBRAE, cursos gratuitos na internet sobre empreendedorismo, participe de grupos de empreendedorismo na cidade, assista palestras e workshops gratuitos após o expediente.

-Tente não misturar as contas – defina um salário e não misture as contas pessoais com as contas da empresa.

-Cuide do cliente – atendimento excepcional fará com que ele se torne fiel e indique novos clientes. Leia sobre a Disney , leia sobre experiência do cliente.

-Treinamento e acompanhamento contínuo aos colaboradores. A empresa deve ter uma filosofia de atendimento, comportamento, etc. Eles são ‘você’ na base da pirâmide.

-Não se cobre tanto. Faça o que for possível e quando menos esperar, estará fazendo o impossível.

Contatos Silvia :

(41) 3245-1886

(41) 99279-3669 whatsapp

www.facebook.com/supertrocaj/

Silvia 1

Um comentário sobre “Mudou da área de TI para a oficina mecânica

Deixe um comentário