Foto: Valeria Tessari

Crochê para deixar a cidade mais acolhedora. Adorei a ideia!

 

Foto: Valeria Tessari
Foto: Valeria Tessari

Ahh! Que delícia andar pelas ruas e encontrar  prédios, árvores e bancos, “vestidos” de crochê. Aqui em Curitiba, essas intervenções em crochê parecem deixar a nossa cidade mais aquecida e acolhedora.

 

 

 

Foto: Valeria Tessari
Foto: Valeria Tessari
Foto: Julia Vieira
Foto: Julia Vieira

Esse é o Coletivo Mãos Urbanas. A iniciativa foi de alunas da pós-graduação em Design da Universidade Federal do Paraná como forma de identificar os locais onde vão acontecer as atividades do 6ª Seminário Moda Documenta e o 3ª Congresso Internacional de Memória, Design e Moda, que acontecerá entre os dias 12 e 14 de maio de 2016.

 

Divulgação UFPR
Divulgação UFPR

 

Os trabalhos manuais foram desenvolvidos por um grupo de 11 mulheres, que se engajaram no projeto dedicado ao Moda Documenta. Desde novembro de 2015, elas se reúnem quinzenalmente para criação das peças. “Queremos convidar as pessoas para olhar a cidade com afeto. Os trabalhos manuais colocados sobre colunas de concreto, paredes, bancos e árvores podem ajudar a lembrar a presença do trabalho humano na cidade e, quem sabe, despertar formas bonitas das pessoas se relacionarem com os espaços coletivos em que vivem”, defende o Coletivo.

Foto: Julia Vieira
Foto: Julia Vieira

o grupo já sonha com os próximos trabalhos coletivos. Uma ideia é que nos projetos futuros sejam utilizadas diversas técnicas feitas com agulha, incluindo costura, além de outras como amarrações e colagens com tecidos e fios. O grupo poderá fazer uso de todas as técnicas e materiais dentre as manualidades têxteis. “Esperamos assim abrir espaço para mais pessoas, ideias e projetos no Coletivo Mãos Urbanas”.

www.modadocumenta.com.br

www.facebook.com/coletivomãosurbanas 

 

Foto: Valéria Tessari
Foto: Valéria Tessari

2 comentários sobre “Crochê para deixar a cidade mais acolhedora. Adorei a ideia!

  1. Que postagem linda! Obrigada por ajudar a divulgar nosso trabalho/carinho/amor!
    e obrigada moradores de Curitiba! Por acolher e preservar 😉

Deixe um comentário