Pet pano-Partiu Plano B

A confecção de roupas para pets foi essencial em um momento de crise na família

A história da Rose Mari Durigan da Luz com roupas para pets começou quando a filha dela levou para casa uma filhotinha de “salsicha”. Era um dia muito frio e a Rose decidiu fazer uma coberta de soft personalizada, com o nome da cachorrinha: Vina. Depois ela ganhou uma almofada em patchwork. Era o início de um Plano B que ajudaria muito no orçamento da família.

Pet pano - Partiu Plano B

Há alguns anos a Rose decidiu parar de trabalhar para cuidar dos 3  filhos, mas quando eles cresceram voltou para a Universidade e se formou em Geografia pensando em ser professora. “Acreditei que meus sonhos se realizariam  sendo professora, mas me enganei , no meu sangue tem um vírus chamado artesanato que reapareceu e não me largou”. A Rose aprendeu a fazer artesanato com a mãe: tricô, crochê, bordado e também costura e patchwork.

Pet pano -Partiu Plano B

Quando o marido da Rose ficou desempregado, ela conseguiu uma barraca em uma feira de artesanato para vender produtos em patchwork, almofadas e roupas para pets. “Foi minha salvação, porque com muito orgulho, comecei a ajudar nas despesas da casa”.Quando as roupas para pets começaram a se destacar nas vendas a artesã decidiu se dedicar só a produção dessas peças, até conseguir fazer os próprios moldes. Há dois anos criou a alfaiataria pet com roupas sob medida. Hoje o marido dela trabalha em uma empresa de São Paulo e ajuda na contabilidade, compras, vendas e acabamento das roupinhas.

Pet pano -Partiu Plano B

A Rose diz que esse caminho foi de luta e cheio de erros e acertos, mas ela garante que quem quer mudar de vida vale a pena tentar, tentar e tentar. “Empreender é possível, necessita de muita dedicação , criatividade , inovação e muito amor e paciência. Hoje existem vários órgãos públicos, sites, grupos que ajudam a desenvolver nossos sonhos”.

As dicas da Rose

– Nunca desista dos seus sonhos e foque naquilo que você ama fazer.

-Use  a criatividade, sempre inovando e melhorando seu produto, dando ênfase a qualidade.

-No meu ramo é preciso estar atento às tendências.

-Sempre ouvir seus clientes, eles são os formadores de opinião e quando eles se sentem felizes com nossos produtos, fazem com que nosso trabalho seja cada vez mais aprimorado.

 

www.facebook.com/petpanoartesanato

Deixe um comentário