Os irmãos que foram pioneiros na produção de kombucha no Brasil

Os irmãos que foram pioneiros na produção de kombucha no Brasil

A Claudia Cardoso conheceu o  kombucha quando morava na Austrália. A bebida a ajudou a superar um problema digestivo crônico que tinha desde a infância. Se apaixonou pelo produto, começou a aprender as melhores técnicas de produção e a  fazer em casa  para consumo próprio. Quando voltou ao Brasil, para trabalhar numa multinacional, não encontrou … Leia mais…

A confeiteira abriu a própria casa para receber pequenos grupos para tardes com chá, delícias e boa conversa

A confeiteira abriu a própria casa para receber pequenos grupos para tardes com chá, delícias e boa conversa

Receber bem é um dos talentos da confeiteira Beatriz Matoso, que já há alguns anos produz e vende doces e bolos. E foi ao preparar uma mesa linda para receber uma amiga que ela foi incentivada a fazer algo diferente. Porque não abrir a casa para receber pequenos grupos para tomar chá e comer as … Leia mais…

Ela superou muitas dificuldades  e conseguiu se tornar uma referência em sobrancelhas

Ela superou muitas dificuldades e conseguiu se tornar uma referência em sobrancelhas

Antes de ser uma empresária de sucesso no segmento de sobrancelhas, a Luzia Costa foi manicure, dona de carrinho de lanches, teve lanchonete, pizzaria, faliu, vendeu biscoitos caseiros, produziu tomates secos e pirulitos, mas nunca desistiu de ter seu negócio próprio. Decidiu apostar na área de estética e as massagens e serviços de manicure, sobrancelhas … Leia mais…

O  jovem que começou uma fábrica de brownies com R$ 15,00

O  jovem que começou uma fábrica de brownies com R$ 15,00

Fazer brownies e bolos em geral sempre foi um hobby na vida do Carlos Henrique Farias, o Caíque. Depois de trabalhar por alguns anos repondo mercadorias em um supermercado, ele foi demitido. Estava há um ano desempregado e com dificuldade para conseguir emprego na área,  quando decidiu pegar R$ 15,00 que tinha no bolso para … Leia mais…

Saiu da área da saúde para produzir perfumes que até quem tem rinite alérgica pode usar

Saiu da área da saúde para produzir perfumes que até quem tem rinite alérgica pode usar

A Sara Verginia Barbosa de Souza nunca conseguiu usar qualquer tipo de perfume. Ela tem rinite alérgica e sempre precisou escolher bem cremes e perfumes específicos para evitar crises de alergia. Esse problema de saúde acabou sendo uma inspiração para o Plano B da Sara. Ela é formada em Análises Clínicas, estava cursando Biomedicina e … Leia mais…

Publicar histórias que inspiram é o objetivo das sócias de uma editora de livros

Publicar histórias que inspiram é o objetivo das sócias de uma editora de livros

A história de empreendedorismo das sócias que têm uma editora de livros começou com a  Joana Mello e com a Claudia Kubrusly, que eram advogadas. Elas se conheceram em Nova York durante um congresso sobre livros e passaram uma tarde conversando. Um ano depois, quando decidiu abrir a editora, a Claudia pensou imediatamente na Joana, … Leia mais…

Canudos de inox para diminuir o consumo de plásticos descartáveis e mudar o mundo

Canudos de inox para diminuir o consumo de plásticos descartáveis e mudar o mundo

Usar canudos de inox ainda não é um hábito comum, mas enquanto as pessoas estão se conscientizando de quanto o canudo de plástico pode ser prejudicial para o meio ambiente, as empresárias Jessica Pertile e Patricya Bezerra saíram na frente e já estão produzindo canudos de inox. As duas ainda eram crianças e já eram incentivadas … Leia mais…

Deixou a estabilidade do serviço público e um salário de R$ 7 mil para abrir uma clínica de estética  

Deixou a estabilidade do serviço público e um salário de R$ 7 mil para abrir uma clínica de estética  

Aos 26 anos Mariane De Chiara ganhava R$ 7 mil de salário e  já tinha estabilidade como enfermeira concursada do atendimento público de São Paulo. Mas nem toda essa estabilidade e segurança foi capaz de evitar que ela desenvolvesse uma depressão e uma das causas foi conviver com a precariedade do serviço público de saúde. Por … Leia mais…

O hobby do engenheiro elétrico, de fazer doces, se tornou opção de negócio

O hobby do engenheiro elétrico, de fazer doces, se tornou opção de negócio

Fazer doces sempre foi um hobby para Ednaldo Felice. O engenheiro elétrico atuou 28 anos na área, mas a empresa em que ele trabalhava estava com problemas financeiros em 2015 e fez um corte de mais de dois mil funcionários. Ednaldo estava entre os demitidos. Quando saiu da empresa decidiu que iria se dedicar a um … Leia mais…

A pedagoga que é mais feliz fazendo bolachas decoradas

A pedagoga que é mais feliz fazendo bolachas decoradas

A Dayane Malinoski começou a se interessar por bolachas decoradas pela internet. Ela é formada em pedagogia e chegou a atuar como professora  na educação infantil, mas pediu demissão porque tinha o sonho de trabalhar com culinária. Ficou um tempo ajudando na casa de massas da família, mas depois que se encantou com as bolachas … Leia mais…

A ideia é fazer fantasia que criança pode usar no dia a dia

A ideia é fazer fantasia que criança pode usar no dia a dia

Esqueça aquela fantasia  toda elaborada com muito tecido, muitos acessórios e que não deixam nem a criança se mexer. A ideia das irmãs Tais e Ana Refinetti é produzir fantasia que a criançada pode usar até no dia a dia. Essa história de empreendedorismo começou com a Tais. Ela é design de moda e trabalhou … Leia mais…

A professora de cálculo transformou o amor por viagens em profissão

A professora de cálculo transformou o amor por viagens em profissão

Ser professora nunca foi o trabalho dos sonhos para a Cristiane Gusso, mas depois que se formou em Física e fez mestrado em Engenharia de Materiais, ela acabou sendo contratada como professora de cálculo para dar aulas em universidades. Depois que  se tornou mãe  não teve dúvidas de que queria estar mais perto da filha  … Leia mais…