Helen Cavet- Partiu Plano B

A tradição das bolachas de natal da família se tornou um bom negócio

 

Você se lembra de alguma tradição de família que te traga boas lembranças? No caso da Helen Cavet, foi a avó Adilone que criou uma tradição.

É que ela costumava fazer bolachas de natal para os netos. Como a Helen estava mais próxima acabava ajudando nessa “divertida missão”.

E durante muito tempo foi isso, uma boa lembrança.

Helen Cavet- Partiu Plano B

Quando a Helen teve sua primeira filha, a Camilla ( na foto com a vó Adilone), ela sugeriu à avó que voltassem com a tradição

de fazer bolachas de natal, até para que a pequena tivesse uma boa lembrança da bisa. Mas depois que dona Adilone faleceu

ela não conseguiu mais dar continuidade à tradição porque a saudade doía demais.Quando a Helen teve os gêmeos, a Natália

e o Eric,decidiu retomar as atividades com as bolachas, dessa vez com a ajuda da mãe dela a Cacilda, que até hoje dá uma força

nas datas especiais e da Camilla, que já está uma mocinha e que ajuda o ano inteiro.

Helen Cavet- Partiu Plano B

Era o início de um Plano B de sucesso. A Helen tinha decidido parar de trabalhar depois que teve a primeira filha, mas

mesmo assim nunca ficou parada. Fez bijuteria, bordado, crochê. Quando resolveu fazer as bolachas, o marido até

brincou dizendo que se não desse certo eles comeriam a produção. Só que deu muito certo! A Helen vendeu tudo o

que produziu e não parou mais.  Em 2015 vendeu mais de 9.500 unidades entre sazonais e temáticas ( aniversários, batizados,

casamentos, nascimento, etc.)

Helen Cavet- Partiu Plano B

Helen Cavet- Partiu Plano B

A Helen diz que é bem criteriosa e exigente e por isso, a princípio, o que chama a atenção dos clientes é a perfeição dos

desenhos feitos com glacê real e a qualidade do acabamento. “Mas depois que experimentam até hoje, graças a Deus,

todos se apaixonam pelo sabor também.”  Apesar de todo o sucesso, ela também teve que se readequar  por conta da crise,

reduziu de 30 para 20 unidades a quantidade mínima para encomendas e passou a pesquisar melhor os preços de ingredientes

e materiais para não precisar repassar aumentos abusivos para os clientes.

Helen Cavet- Partiu Plano B

Como a produção de bolachas é em casa, a Helen me disse que o desafio é conciliar o trabalho com os cuidados com os 3 filhos.

Mas ela consegue! “Não abro mão de acompanhar o crescimento e desenvolvimento e educação de nossos filhos, fazendo

questão de levá-los e buscá-los na escola todos os dias e cuidar pessoalmente das refeições”.O apoio do marido Emerson,

que ajuda no que for preciso, e da Camilla na produção fica mais fácil, só que ser disciplinada, segundo a empresária,

é essencial para  que as coisas aconteçam.

Helen Cavet- Partiu Plano B

E é assim com disciplina, determinação e bom humor que a Helen consegue empreender e também realizar o desejo

de proporcionar aos filhos momentos agradáveis e marcantes. “Quero que eles também possam lembrar com doçura

e carinho, assim como as memórias que tenho da minha infância com minha avó”.

 

As dicas da Helen

– A primeira delas é ter disciplina. Mesmo trabalhando dentro de casa é preciso encarar o trabalho de forma profissional, estabelecendo horários para atendimento ao cliente, respeitando principalmente os finais de semana e, claro, não abrindo mão das férias com a família.

-A segunda dica é administrar o seu empreendimento de maneira profissional, principalmente no que diz respeito ao departamento financeiro, não deixando de maneira alguma que os custos da empresa reflitam ou se confundam com os gastos da casa.

-A terceira dica é jamais abrir mão de proporcionar ao cliente um bom atendimento, com agilidade, pontualidade, cordialidade, oferecendo qualidade e garantia do serviço prestado.

Ah, e mesmo trabalhado em casa, não abro mão também de um bom rímel e lápis nos olhos e um batom!   ( importante essa dica hein gente?)

 

www.bolachashelencavet.wix.com

 

Helen Cavet- Partiu Plano B

Helen Cavet- Partiu Plano B

2 comentários sobre “A tradição das bolachas de natal da família se tornou um bom negócio

  1. Genteeee que perfeição, parabéns pelo seu trabalho. Moro em uma cidade que não tem esses tipos de curso, vc poderia me dar algumas dicas pra fazer a cobertura??

Deixe um comentário