Feito Chocolate- Partiu Plano B

A ex-pedagoga vende 15 toneladas de chocolate por mês pelo Whats App

Vender chocolate não era uma ideia de Plano B na vida profissional para a Alyne Mundt Bill.Formada em pedagogia, chegou a trabalhar com educação infantil por dois anos. Depois de um tempo morando em Manaus, por conta do trabalho do marido, o Gustavo,  ela voltou para Curitiba pensando em desenvolver algum negócio na web e até fez o curso de marketing. Mas a mensagem de uma amiga, ia mudar a vida da Alyne. “Ela me perguntou se eu gostava de doces, e quem não gosta né ? A proposta era comprar a empresa de amiga  que fazia doces gourmet.“Meu marido (e sócio, e parceiro, e coaching e tudo mais!) fez um breve estudo de viabilidade e viu que ricos não ficaríamos, mas eu alcançaria esses pequenos objetivos. Juntamos umas economias, vendemos uma moto e assim embarquei no doce mundo das lembranças”.

Chocolate

Quando foi analisar o portfólio da empresas ela percebeu que todas as receitas pediam o  Chocolate Belga Callebaut. “Eu, que nunca fui da área, que nunca tinha sequer ouvido falar dessa marca, sofri pra achar. Quando achava era no preço disposto, não tinha negociação, e tinha que dar sorte de ter no mês seguinte”. A Alyne viu que assim como ela, muitas confeiteiras tinham dúvidas sobre a marca do  chocolate e foi o marido que deu a ideia que iria mudar a vida deles. ” E se comprarmos diretamente da indústria?  Podemos  vender para suas amigas confeiteiras que estão com a mesma dificuldade que você?”.Inicialmente ela achou uma loucura porque  tinha certeza que  que não sabia vender.

“Mas era o momento da virada, eu tinha escolhido fazer diferente, eu queria mudar completamente de foco e fomos! Aí a coisa ficou séria: investimos dinheiro da poupança, formalizamos a empresa, fiz uma loja virtual e com medo mesmo, comecei os contatos comerciais”.

Nas primeiras visitas ela voltava para o carro chorando de nervoso. “Com o tempo fui descobrindo que eu tenho uma veia comercial e que o amor pelo ensino jamais me abandonaria: comecei a explicar e ensinar tudo o que aprendi nas pesquisas que fiz sobre o chocolate”. Ela entendia as dificuldades de  como lidar com o produto, sabia o que cada cliente sentia e já tinha aprendido tudo sobre a marca. Hoje ela olha para o negócio da família como uma mãe orgulhosa que vê o seu filho crescendo. E sim, ela vende para profissionais da área e empresas,  15 toneladas de chocolate por mês usando o Whats App como meio de divulgação

Feito Chocolate Partiu Plano B

 

As dicas da Alyne para você vender muito pelo Whats app:

– Se possível tenha um número exclusivamente profissional. Isso vai te ajudar a separar as relações e quando seu negócio engrenar o atendimento poderá ser feito com mais pessoas.

– Use as funcionalidades da ferramenta. O Whats App já tem uma opção business que te ajuda a otimizar seu trabalho. Por ser uma ferramenta muito fácil de usar todos procuram respostas objetivas e rápidas. O Whats App Web é excelente: basta conectar seu celular no site e responder através do computador!

– Mesmo sendo um aplicativo onde a linguagem é mais informal não exime a gente de escrever corretamente. Saiba se expressar corretamente e cuide da grafia!

– Saiba exatamente o que você vende e entenda seu público: nem sempre o que você oferece é o que ele busca, mas se ele te buscar saiba vender!

Dica extra : Essa eu sempre falo pra todo mundo: saiba conviver com o medo. Faz parte da trajetória profissional, dá medo de arriscar, dá medo de ficar parado, dá medo de tentar de novo, dá medo de voltar pra trás… Mas o medo é importante e saudável para as experiências. Alie-se a ele, arrisque com parcimônia mas não se prenda de ir em frente!

 

www.feitochocolate.com.br

 

Deixe um comentário