balde

5 passos antes de chutar o balde e empreender

 

“Empreender cansa, dá medo, assusta, traz incertezas e mesmo assim, você provavelmente nunca terá sido mais feliz profissionalmente”. Essas frase é da Débora Carvalho, que é coach de liderança, transição de carreira e para empreendedoras.Ela preparou esse artigo especialmente para o Partiu Plano B!

Debora

Muita gente tem o sonho de empreender e até mesmo a veia empreendedora, tão essencial para a decisão de começar o seu próprio negócio. Porém, é comum que boa parte dessas pessoas mantenha este desejo no campo dos sonhos, deixando com que o medo e o peso da estabilidade tomem conta dos seus pensamentos, fazendo com que elas continuem em um emprego em que está infeliz e frustrado.

 

E que tal seguir estas cinco dicas para mudar a sua vida, largar este emprego e finalmente ir atrás do que realmente vai te trazer realização?

1 – Analise o mercado e descubra algo que você goste de fazer e que resolva um problema ou realize um desejo

É importante aliar as duas coisas, pois o comprometimento e a dedicação para abrir um negócio é muito grande. O empreendedor normalmente é motivado pela paixão e pelo desejo de fazer acontecer. Portanto, é importante ter os dois pontos do negócio, a ideia ser viável e ser algo que te inspire a arregaçar as mangas e trabalhar incansavelmente.

2 – Eduque-se para diminuir os riscos

Hoje em dia há centenas de sites focados em apoiar empreendedores a começar um negócio de sucesso. O melhor? Boa parte deles oferece recursos gratuitamente. É essencial você procurar conhecer mais do que é necessário para abrir um negócio. Saber mais sobre custos de produção, planejamento das etapas de início, divulgação do seu produto e serviço e conhecer histórias de sucesso são pontos-chave para que você não comece o seu novo empreendimento à base da tentativa-erro.

3 – Planeje-se financeiramente

O ideal é que você saia do emprego com um valor guardado de forma que você consiga se manter por seis meses e ainda, investir no início do seu negócio. Mas sabemos que muitas vezes o ideal é muito longe da realidade. É provável que na busca do ideal, a pessoa nunca vá efetivamente atrás do que quer. Analise os seus gastos mensais, converse com sua família e calcule qual o mínimo possível necessário para que você possa dar o pontapé inicial no seu plano. Em muitos casos, é possível começar o negócio paralelamente ao seu emprego, de forma que as coisas estejam mais palpáveis antes de pedir demissão.

4 – Comece inovando

O fato de ter muitas pessoas ganhando dinheiro com algo que está na moda, não quer dizer que seja a melhor opção para você. Inovação é algo que dá muito certo, pois você poderá se destacar em relação ao mar de pessoas vendendo a mesma coisa. Inovar pode ser tanto no que você vende, como na forma de apresentação ou entrega do seu produto ou serviço. Pesquise bastante o mercado nacional e internacional. Às vezes a inspiração pode vir de algo que não tem nenhuma relação com o que você planeja vender, mas pode ser adaptada e dar muito certo.

5 – Esteja disposto a trabalhar como nunca

Está muito enganado quem pensa que empreender é uma opção para trabalhar menos. Quem decide investir na abertura de um negócio deve estar ciente que é justamente o contrário. As horas dedicadas à criação, organização e ajustes de um empreendimento normalmente superam de longe as tradicionais 40 horas de jornada semanais. E acredite, quanto mais você se dedicar, mais assertiva poderá ser a sua estratégia. O segredo é não confundir estar ocupado com ser produtivo. Trabalhe de maneira focada e tenha sempre à vista a lista do que precisa ser feito, quem precisa ser contatado e tenha prazos para tudo isso. Assim, você estará sempre dando um passo adiante na direção do seu sonho.

A Debora Carvalho  também tem um  grupo  no facebook chamado Pró Empreendedoras,onde auxilia mulheres a causarem mudanças positivas nos seus negócios.

www.deboracarvalho.com.br

www.facebook.com/DeboraCarvalhoCoaching

7 comentários sobre “5 passos antes de chutar o balde e empreender

  1. Muito legal as matérias, e as dicas da Débora Carvalho.
    Eu tive muito medo, mas há três anos joguei meu emprego de 8 anos na caixinha. E coloquei meu sonho em pratica. Hoje sou realizada por trabalhar em ajudar a realizar os sonhos dos outros. E ainda sou remunerada por isso!! Sou feliz, trabalho feliz, ainda cuido da minha família. Temos que pensar sempre no plano B e colocar ele em pratica, porque pode mudar a nossa vida para melhor. Parabéns pelo site e matérias!!!

Deixe um comentário